O que você precisa saber antes de fazer a sua primeira cerveja

Para começar, saiba que não adianta querer produzir cervejas especiais se você não conhece sobre o assunto ou não sabe o tipo que mais gosta de consumir. Isso porque são esses detalhes que abrem portas para que você comece a querer entender mais sobre o assunto.

Ingredientes além do malte, lúpulo, água e leveduras

Quanto mais as cervejas especiais tomam conta do coração dos brasileiros, mais experimentos surgem a fim de testar novos ingredientes e descobrir novos sabores. Por isso, separamos alguns alimentos e temperos que fazem sucesso nas cervejas ao redor do mundo.

Ser cervejeiro é

A paixão por cerveja pode te levar a vários lugares. O mais comum é ser simplesmente um hobby que te leva a conhecer mais sobre a bebida e, quem sabe, até estudar de modo informal a fim de descobrir as melhores combinações com a gastronomia. Mas também pode ser elevado a algo a mais: pode virar a profissão dos sonhos!

IBU da cerveja: você sabe o que é?

Você já ouviu falar sobre IBU? Talvez o termo não seja conhecido, mas com certeza, se você é um degustador de boas cervejas, já provou o IBU. A sigla significa International Bitterness Unit, em português, Unidade Internacional de Amargor. 

Receita fácil de picanha invertida com cerveja escura

O fim de semana combina com uma bela peça de carne e, claro, a sua cerveja artesanal preferida, não é mesmo? É por isso que hoje nós preparamos uma receita deliciosa e muito fácil de fazer: picanha invertida com cerveja escura. 

Descubra qual família de cerveja você mais gosta

Aqui no Brasil cada consumidor de cerveja ingere, em média, 62,6 litros por ano da bebida; isso significa que são pouco mais de 5 litros por mês. Por isso é tão importante conhecer os estilos de cerveja, para entender – e até descobrir – qual você mais gosta e apreciar com sabedoria e moderação.

Conheça as 4 escolas cervejeiras do mundo

Lager, Stout, Blond Ale e Porter são apenas alguns dos estilos que nasceram nas 4 principais escolas cervejeiras do mundo: alemã, belga, britânica e americana. Cada uma das escolas tem as suas próprias características de produção, resultando em sabores diversos e intensos.