Entenda uma coisa: não é porque você gosta de beber cerveja que sabe degustá-la. Para isso, é necessário saber avaliar as cores, texturas e notas de sabor de cada um dos estilos. Se você produz a bebida, degustá-la serve para avaliá-la e melhorá-la, mas se é apenas um consumidor, serve para compreender mais sobre o aspecto de cada uma.

Cada um tem uma forma e lógica diferente de organizar a mente e fazer uma degustação, mas o importante é que ela funcione. Hoje vamos te mostrar 5 passos que podem ser úteis para te ajudar a montar seu próprio processo.

  1. Leia o rótulo e preste atenção à temperatura ideal

No rótulo da cerveja escolhida você encontrará todas as informações importantes que precisa saber, como o teor alcoólico, os ingredientes, estilo, IBU e temperatura ideal para consumo.

É importante lembrarmos que não devemos tomar uma cerveja “estupidamente gelada” (como já explicamos aqui). Portanto, siga a temperatura mostrada no rótulo da sua cerveja, pois isso influenciará no modo ao qual você perceberá o sabor e os aromas da bebida.

2. Escolha o copo correto e observe os aspectos da cerveja

Cada tipo de cerveja deve ser consumida em um copo específico, pois ele influenciará na formação da espuma, na carbonatação, na retenção dos aromas e em toda a aparência da bebida (para saber mais sobre o assunto, clique aqui). Geralmente, também é possível encontrar essa informação no rótulo da cerveja escolhida.

Ao colocá-la no copo ideal, observe a bebida. Veja se ela é encorpada, identifique a cor, grau de transparência, as borbulhas e a textura da espuma. Ao saber identificar cada um desses itens, passará a conseguir notar a diferença entre eles em cada estilo de cerveja que degustar.

3. Sinta os aromas

O olfato e o paladar estão intimamente ligados e, com isso, um influencia o outro. Portanto, antes de beber a cerveja, aprecie os aromas existentes que podem ser tanto florais, quanto frutados, doces, ácidos, tostados, picantes ou outros.

Primeiro, cheire a bebida de longe (a cerca de 15cm do seu rosto) e entenda o que está sentindo, enquanto traz o copo em sua direção – alguns aromas são melhor percebidos quando à distância. Depois, cheire novamente algumas vezes, agora com o copo próximo ao nariz para analisar cada um dos aromas existentes.

4. Experimente a cerveja

Dê um leve gole, deixe a bebida percorrer sobre a sua boca e engula, percebendo as nuances de cada sabor. Analise a densidade, teor alcóolico e textura da bebida, perceba se ela é leve ou intensa, mais amarga ou mais sutil, mais maltada ou mais lupulada, e tudo mais o que puder analisar.

Depois disso, tire suas próprias conclusões e faça anotações caso necessário. Se pergunte se gostou da bebida, o que mais se sobressaiu e também o que sentiu falta. Se estiver fazendo a degustação de mais de um estilo, pode ser interessante também fazer comparações entre cada uma delas.

Agora que você já aprendeu, na teoria, o passo a passo para fazer uma boa degustação de cervejas, é hora de colocar em prática. E lembre-se, com o tempo e a prática ficará cada vez mais fácil de analisar cada uma das características da bebida!Se você quer continuar acompanhando tudo sobre a Sabores do Malte, nos siga no nosso Instagram. E se você não vê a hora de colocar as dicas de hoje em prática, garanta já sua cerveja especial aqui e aproveite.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest
Share on twitter
Twitter

DESCUBRA O QUE TEM EM NOSSAS TORNEIRAS HOJE

Somos o melhor BrewPub do Brasil, com 36 torneiras de cerveja especial local! Produções exclusivas, desde a cerveja à gastronomia, venha devorar sua cerveja!

Loja 01 | Alameda Muffato | Av. João Paulino Vieira Filho, 190 – Maringá/PR

Loja 02 | Mercadão de Maringá | Av. Prudennte de Morais, 601 – Maringá/PR

FALE CONOSCO

Copyright © Sabores do Malte 2021. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fabrika