St. Patrick’s Day: história, tradição e cerveja!

No dia 17 de março foi o St. Patrick’s Day, ou Dia de São Patrício! A tradição da comemoração se espalha por todo o mundo e é regada de muita cerveja, comidas típicas irlandesas e itens de decoração verdes, com leprechauns (duendes) e trevos de três folhas.

O feriado, que acontece no dia em que se lembra o aniversário de morte de St. Patrick, é o mais festejado em toda a Irlanda e atrai muitos turistas anualmente. Porém, o país não é a origem das comemorações e também não tem o título de maior desfile!

Na verdade, o primeiro feriado aconteceu na Grã-Bretanha. Além disso, Nova Iorque faz, até hoje, o maior desfile do mundo em comemoração ao padroeiro irlandês, conhecido por ter levado o catolicismo para o país.

Quem foi São Patrício?

Existem muitas versões da história de St. Patrick, mas reunimos os fatos mais importantes e que explicam um pouco da vida do padroeiro. O que se sabe é que ele nasceu na Inglaterra no final do século IV e, até os 16 anos, era considerado pagão (quem não é batizado).

Nessa época, foi sequestrado e vendido como escravo na Irlanda. Durante os seis anos que se seguiram, começou a acreditar em Deus e, após conseguir escapar de sua realidade, voltou para a Inglaterra e estudou em um mosteiro por 12 anos.

Lá, descobriu que sua vocação era converter outros pagãos para o Cristianismo e acabou se tornando bispo em 432. Foi então que adotou o nome Patrício (no Catolicismo, a troca de nome quando se assume um cargo no clero representa “o fim do homem velho para dar espaço para o nascimento de um novo homem”, segundo o Frei Fernando Inácio Peixoto de Castro).

Então, o bispo sentiu um chamado de Deus para retornar à Irlanda e converter os pagãos do país, evangelizando-os na doutrina católica. Lá, foi missionário durante 30 anos e faleceu no condado de County Down em 17 de março de 461.

Os principais símbolos da celebração

A história do trevo de três folhas, muito visto na data, é que São Patrício o usava para explicar sobre a Santíssima Trindade aos pagãos celtas. Além disso, a planta era considerada sagrada na Irlanda Antiga, pois indicava o início da primavera, a boa sorte e o nacionalismo irlandês emergente.

A cruz celta é a união da cruz católica à cruz solar (de origem irlandesa). O símbolo foi adotado pelo bispo como estratégia para conseguir converter os povos celtas em católicos. Já os leprechauns são resgatados do folclore irlandês como forma de relembrar a origem do povo. Eles são duendes bem humorados que consertavam os sapatos das fadas.

A cor verde é muito utilizada por diversos motivos. O primeiro é que a Irlanda tem o apelido de Ilha Esmeralda devido a mata do local. O segundo é que, na Rebelião Irlandesa de 1798, o exército rebelde de católicos e protestantes utilizaram tal cor para chamar a atenção da Inglaterra ao se revoltar contra o controle inglês na era anglicana.

As comemorações de St. Patrick’s Day

Além do patrono da Irlanda, na data também se celebra toda a cultura e crenças locais. E, apesar da primeira comemoração ter surgido em 1903, foi apenas em 1970 que a tradição se tornou como é hoje, estimulada pelas cervejarias locais. Hoje, comemora-se a data em vários países.

Em 1845, houve uma forte imiração dos irlandeses para os Estados Unidos (principalmente para Nova Iorque e Boston) devido a uma doença que contaminou as plantações de batata da Irlanda. Com a forte presença deste povo no país norte-americano, as comemorações começaram. Em NY acontece o maior desfile da data e em Chicago, pintam o rio da cidade de verde.

Na Inglaterra, a festa de St. Patrick acontece no fim de semana próximo ao 17 de março e conta com desfiles, bandas, grupos de dança, cerveja verde e comidas típicas. Em Londres, acontece a  tradicional St. Patrick’s Day Parade saindo de Green Park, na Piccadilly, e caminham até a Trafalgar Square.

Na Irlanda, são realizadas paradas de bandas, apresentações de artistas variados e é comercializada muita comida e cerveja verdes (uma curiosidade, é que este é o único dia em que se pode tomar a bebida lupulada nas ruas do país) nos pubs. Em Dublin, as ruas ficam lotadas para comemorar o feriado mais importante do país e, além da cerveja acabar em poucos minutos, até as casas são decoradas.

No Brasil também existem comemorações para o dia. Em Belo Horizonte acontece uma das maiores comemorações com desfiles pelas principais avenidas. Em vários bares, pub e cervejarias de São Paulo há músicas típicas, decorações exclusivas e drinks verdes. Nos bares do Rio de Janeiro a data também é comemorada e até o Cristo Redentor ganha iluminação verde. Claro que a Sabores do Malte não poderia ficar de fora, não é mesmo? Nós tivemos muita comida típica e cerveja verde para todo mundo! Saiba mais informações no nosso Instagram!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest
Share on twitter
Twitter

DESCUBRA O QUE TEM EM NOSSAS TORNEIRAS HOJE

Somos o melhor BrewPub do Brasil, com 36 torneiras de cerveja especial local! Produções exclusivas, desde a cerveja à gastronomia, venha devorar sua cerveja!

Loja 01 | Alameda Muffato | Av. João Paulino Vieira Filho, 190 – Maringá/PR

Loja 02 | Mercadão de Maringá | Av. Prudennte de Morais, 601 – Maringá/PR

FALE CONOSCO

Copyright © Sabores do Malte 2021. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fabrika