Pilsen: a história de um dos estilos de cerveja mais consumidos no mundo

Não há como negar, o Brasil ama uma Lager e, com certeza, a Pilsen é o tipo de cerveja mais consumida e popular não só no nosso país, mas em todo o mundo. Apesar de ser marcada pelo aroma, sabor e amargor do lúpulo acentuado, é muito fácil confundir uma autêntica Pilsen com qualquer cerveja que seja dourada, filtrada e com espuma branca.

Feita a partir da fermentação em baixas temperaturas, ela possui cor clara, tem características cristalinas, baixo amargor e teor alcoólico, é maltada com adições de arroz e milho e harmoniza com diversos alimentos. Se você é daqueles que prefere uma cerveja estupidamente gelada, a Pilsen é uma ótima pedida, mas você sabe qual a história desse tipo de cerveja?

Origem da cerveja Pilsen

O estilo de cerveja que leva o nome da região onde foi criada – Pilsen, na Boêmia (onde hoje é a República Tcheca) – surgiu no século 19. Os consumidores locais estavam insatisfeitos com a cerveja que estava sendo produzida naquela época, então decidiram contratar um cervejeiro bávaro para que ele pudesse resolver o problema.

Era preciso começar toda a produção do zero para que conseguisse acabar com os problemas de contaminação e falta de padrão nos processos. Foi, então, que o novo cervejeiro, Josef Groll, introduziu o método de produção com leveduras de baixa fermentação, na nova cervejaria da cidade, que recebeu o nome de Bürgerbrauerei (“cervejaria da cidade” ou “cervejaria municipal”).

A primeira cerveja criada foi a Pilsner Urquell, conhecida por sua refrescância e leveza, de coloração dourada, translúcida e espuma cremosa. Com a “repaginação”, a forma de servir a cerveja também mudou. Ao invés de canecas de louça, madeira e couro, passou a ser servida em copos, canecas e taças transparentes de cristal.

Uma nova cerveja: a Pilsen como conhecemos hoje

Josef Groll desenvolveu um perfil de fermentação neutro e, com a adega em temperaturas mais baixas, desenvolveu uma cerveja mais limpa e com uma levedura que se precipitava com mais facilidade.

Além disso, o cervejeiro também conseguiu maltear a cevada delicadamente, originando um grão claro. Somado à adição do lúpulo nobre Saaz, Groll trouxe um perfil floral e levemente condimentado à nova cerveja.

A Pilsen foi muito bem aceita por ser leve, refrescante e ter baixo teor alcoólico. Porém, ao chegar ao norte da Alemanha, as adaptações originaram uma versão mais amarga e menos doce do estilo, devido aos maiores níveis de sulfato na água.

É certo que cada região do mundo tem uma particularidade ao produzir as próprias cervejas, mas sempre será possível reconhecer uma autêntica cerveja Pilsen. Então, agora diz para a gente, o que você acha desse estilo tão popular? É a sua queridinha ou prefere as mais encorpadas? Seja qual for a sua cerveja preferida, temos a opção perfeita te esperando no nosso Tap List, é só clicar aqui.Quer saber mais sobre o mundo das cervejas e acompanhar as promoções da Sabores do Malte? Acompanhe nosso blog e também o Instagram. E se você é um apreciador da bebida, garanta já a sua lata de colecionador!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest
Share on twitter
Twitter

DESCUBRA O QUE TEM EM NOSSAS TORNEIRAS HOJE

Somos o melhor BrewPub do Brasil, com 36 torneiras de cerveja especial local! Produções exclusivas, desde a cerveja à gastronomia, venha devorar sua cerveja!

Loja 01 | Alameda Muffato | Av. João Paulino Vieira Filho, 190 – Maringá/PR

Loja 02 | Mercadão de Maringá | Av. Prudennte de Morais, 601 – Maringá/PR

FALE CONOSCO

Copyright © Sabores do Malte 2021. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fabrika